A substituição do cimento por brita

O material mais utilizado nos canteiros de obras e mais conhecido por trazer resistências é o cimento, utilizado para o desenvolvimento do concreto que é tido como base para todas as construções. Porém, este material é tido como um dos investimentos mais caros em uma construção, ocupando mais de 20% dos gastos investidos na construção de um prédio.

DSC04821

 

Devido a este alto valor de investimento que o cimento requer, alguns pesquisadores já estão trabalhando em soluções eficientes para substituir o cimento por materiais mais baratos. Uma destas pesquisas está sendo realizada pelo Departamento de Construção Civil da Escola Politécnica da USP, que está em busca de outro material que substitui o cimento sem fazer com que a construção perca resistência.

SEMAPA

 

A composição básica do concreto constitui-se de cimento, areia, brita e água. Mas o material mais dominante em toda esta mistura é o cimento, que é utilizado em uma maior proporção. Uma saída para a redução no uso de cimento no preparo do concreto é a substituição por brita, mas ainda não foi encontrada uma forma que faça com que essa substituição seja aderida. Porém, se compararmos os valores podemos perceber uma grande vantagem, pois enquanto uma tonelada de cimento custa R$ 300,00 a mesma quantidade de brita custa R$ 50,00.

Fonte: Folha de São Paulo