Construsul encerra edição de 2016 do evento renovando o otimismo no setor

Construsul encerra edição de 2016 do evento renovando o otimismo no setor

 construsul-0000419° edição do evento ocorreu entre os dias 03 e 06 de agosto na Fenac, em Novo Hamburgo (RS)

Estandes e corredores cheios de olhares curiosos e profissionais em busca de novidades para incrementar o setor. A 19°Construsul – Feira Internacional da Construção encerrou mais uma edição do tradicional evento, comemorando metas atingidas e objetivos superados. O diretor da Sul Eventos, empresa que organiza a feira, Paulo Richter, salienta que o público passou das 65 mil pessoas esperadas inicialmente.

- Estamos muito felizes com o resultado da feira. Além do público, que superou nossas expectativas, o volume de negócios tem tudo para ultrapassar os R$ 450 milhões projetados inicialmente. Os corredores e os estandes estiveram lotados nos quatro dias do evento e os expositores estão bem contentes com a quantidade de público qualificado que participou – destaca Paulo Richter.

Uma das mais importantes notícias, segundo Richter, é o forte otimismo que visitantes, expositores e o público geral está demonstrando para os próximos meses no segmento da construção civil.

- O que ficou muito claro para nós foi o sentimento de otimismo demonstrado por todos. As pessoas estão convictas que a instabilidade econômica está passando e que o segmento da construção civil vai se recuperar muito em breve – relata.

Para Luiz Inácio Sebenello, também diretor da Sul Eventos, o mix de produtos agradou todos os mais diversos públicos que visitaram a Construsul.

- O conjunto de expositores foi excelente. Apresentamos uma variedade muito grande de produtos inovadores para a construção civil. Tivemos apresentações de tecnologias novas e os visitantes conheceram sistemas que ainda não entraram em comercialização, mas que já têm interessados aguardando – avalia Luiz Inácio Sebenello.

Reconhecimento dos expositores

A Feira Construsul se consolida como o ambiente propício a abertura de novas possibilidades de negócios. A expositora A Moraes, por exemplo, efetivou a sua primeira exportação graças a contatos feitos durante o evento.

- Já atendemos em todo o estado do Rio Grande do Sul, mas pela primeira vez conseguimos fazer a exportação de nossos produtos para o Uruguai – contou a representante da empresa, Patrícia Farias.

 A empresa comercializa madeiras nobres, com garantia de procedência como: garapeira, freijó, cumaru, ipê, itaúba, tauari, massaranduba, teca e outras. É especializada no beneficiamento de madeiras para pisos, decks, pergolados, escadas, telhados e revestimentos internos e externos. O gerente comercial da Weiku do Brasil, Márcio Jung, ressalta que a presença na feira traz sempre resultados expressivos para empresa.

- Para nós é sempre muito gratificante. A presença aqui tem nos trazido resultados sempre positivos. Tivemos um resultado muito bom com a apresentação, esse ano, de portões de garagem com tecnologia europeia. Além disso, exibimos a caixa de som que faz um isolamento acústico. Procuramos demonstrar a diferença que faz a estrutura – explicou.

Os quatro dias de evento também servem para empresas já consolidadas no mercado, mas que querem apresentar uma novidade ao mercado. A Plenobrás investiu na Construsul para anunciar o início da parceria com a Bosh em seus produtos.

- Trabalhamos com 28 mil itens de materiais elétricos e hidráulicos. Somos distribuidores das principais marcas do mundo. O que trouxemos de novidade, esse ano, foi a entrada da linha de ferramentas com uma parceria com a Bosh na parte de ferramentas e acessórios – afirmou o diretor geral da Plenobras, Gerson R. Salles.

Participando pela 4° vez da Construsul, a Tendi surpreendeu os visitantes com um banheiro pronto para obra.

- A estrutura vem completa com cerâmica até o teto, loucas e tudo operando. É um diferencial porque é possível carregar e largar o banheiro em qualquer canteiro de obra, seja de um espaço residencial, comercial ou industrial. Como trabalhamos com pré-moldado de concreto, fizemos todo ele em série e o usuário apenas larga o banheiro na obra.

O uso de madeira tratada no Brasil em Construções cresce a cada ano e motivado por essa característica a Montana Química apresentou uma novidade no evento.

- Desenvolvemos uma massa específica para isso. Além disso, ampliamos de seis para doze cores, atendendo um nicho maior de regiões no Brasil – afirmou o gerente comercial da Montana Química, Rafael Ferreira

Para que o consumidor entenda melhor as aplicações, a expositora trouxe vídeos mostrando o passo a passo para instalação com uma linguagem fácil.

Público qualificado

Outro aspecto que chama atenção durante a feira é a diversidade do público dentro do segmento da construção civil. São vistos profissionais de áreas distintas, mas todos os alguma ligação com o setor, como é o caso do corretor de imóveis Thiago Brondani. Visitante assíduo da Construsul, ele destaca que o evento é uma oportunidade de conhecer as novidades que ajudam na rotina do trabalho.

- Procuro sempre saber das novidades da construção civil para saber como encantar os clientes na imobiliária. Os consumidores compram casas e apartamentos, mas antes, querem saber o que tem de diferente no imóvel, quais são os benefícios e quais materiais de construção foram utilizados. Aqui na feira, converso com diversos profissionais e isso é muito importante para o meu trabalho, pois consigo indicar boas obras e bons negócios para os clientes – relata Thiago Brondani.

O arquiteto Paulo Fachin visitou a feira pela primeira vez neste sábado (06/08) e saiu impressionado com a quantidade de informações relevantes obtidas no evento.

- Foi a primeira vez que eu vim na Construsul e estou bastante contente com o que eu vi aqui. Tem bastante novidade sendo exposta e muitas coisas me chamaram atenção, principalmente na parte ferramental e de automação, que simplificam e diversificam o meu trabalho. Como arquiteto, estou sempre buscando algo a mais para demonstrar aos clientes e encontrei sugestões muito boas aqui – avalia Paulo Fachin.

Além dos profissionais que encontram novidades na feira, o local também recebe estudantes á procura de conhecimento para agregar ao ensino da faculdade.

- Estou na Construsul para conhecer um pouco mais do mercado e o que o setor está oferecendo de inovação. Aqui, percebi algumas tendências que prometem mudar alguns processos. Assim, conseguimos sair um pouco das aulas teóricas e conhecer a construção civil de maneira prática – relata o estudante de Engenharia Civil, Luiz Gustavo Nunes.

A opinião também foi compartilhada pelo estudante de Engenharia Civil, Lucas Akira. Com uma câmera fotográfica, o aluno se dedicou em aprender novos processos e registrar ideias para seu futuro profissional.

- Achei a feira muito interessante. Na faculdade, as aulas são muito teóricas. Aqui, estou conseguindo ter uma noção exata do que é o segmento da construção civil e toda essa diversidade de materiais. A feira me possibilitou uma visão mais ampla do setor – relata Lucas Akira.

Pólo de inovação

Os visitantes da Construsul ficam encantados com a quantidade de novas tecnologias possíveis dentro da construção civil, pois todos os segmentos apresentam produtos inovadores. O setor de iluminação passa por intensa transformação. Além do ingresso da tecnologia LED outras inovações fazem com que os produtos sejam cada vez mais aprimorados. É o trabalho, por exemplo, feito pela Gaya, que expôs na Feira Construsul a linha de luminárias de uso industrial de pequeno, médio e grande porte.

- A proposta é substituir modelos antigos em pé direito alto que eram muito caros e não atendem regras da ABNT que exigem uma superfície de contenção na parte inferior da luminária – explicou o gerente geral da Gaya, Ilan Fainzilber

No segmento de pisos e revestimentos, as opções são cada vez mais variadas. Uma tendência que é a imitação de madeira pode ser considerada como consolidada no mercado. Porém outros atrativos também estão sendo buscados pelos compradores. A Carmelo Fior apresentou 4 diferentes marcas com uma série de lançamentos entre revestimento e pisos.

- Temos produtos em alta definição com várias faces diferentes e material que imita a madeira. O que o cliente busca é novidade. Ele quer algo diferente que não exista no mercado – explicou a gerente de marketing da Carmelo Fior, Madeleine Gali.

Como a mão de obra está muito cara no Brasil, a indústria de tintas busca inovações na velocidade de aplicação do produto.

- A tinta Expoxi facilita uma reforma numa casa sem o famoso quebra-quebra. Eu pinto em cima de um azulejo com o material à base de água com duas a três demão que deixa totalmente renovado o piso ou revestimento em uma residência. A Resicolor, geralmente, lança tendência dentro da Construsul aproveitando essa grande visitação de representantes e clientes. Apostamos muito no crescimento regional a partir dessa ação – comentou o gerente de marketing da Resicolor, Leonardo Porto.

No segmento de telhas, o modelo que mais tem chamado a atenção são as esmaltadas, exibidas no evento pela Telhas Vogel. Porém nesse aspecto as maiores novidades são cores diferentes que ajudam o consumidor a diferenciar a decoração possibilitando combinações mais ousadas ou discretas, conforme o gosto de cada um.

As inovações não são só estéticas, mas muitas vezes fundamentais para bom funcionamento de vários acessórios em uma residência, comércio ou indústria. Entre as novidades apresentadas pela Bakof Tec, por exemplo, está um filtro que resiste a 25 vezes um grão de areia.

- O produto resolve o problema daquele chuveiro que não escorre porque está entupido ou de uma máquina de lavar que não funciona. Isso tudo acontece porque exige uma limpeza periódica – explicou o gerente Comercial da Bakof Tec, Alysson Knapp Bakof.

Construsul em 2017

Em 2017, a 20° edição da Construsul será comemorativa às duas décadas de dedicação ao segmento da construção. O evento ocorrerá entre os dias 02 e 05 de agosto no Centro de Eventos da Fenac, em Novo Hamburgo (RS). Outras informações podem ser obtidas no site www.feiraconstrusul.com.br.

 Fonte: Construsul